Paydiamond - 2 anos de Sucesso

Você participa, a empresa Vende e todos Ganham!!!

Get Adobe Flash player

O que  é Marketing Multinível

Modelo de remuneração é utilizado para manter a força de vendas de produtos e serviços

Também tratado, às vezes, como marketing de rede, o marketing multinível  (MMN) teve origem nos EUA, nos idos dos anos 1940. Desde então, passou por vários ciclos, adaptou-se a diferentes momentos da economia mundial e se espalhou por diversos países. No Brasil, há vários modelos de negócios já consolidados baseados nesse formato e hoje é a atividade profissional principal (em alguns casos, a única) de muita gente.

“O marketing multinível é um modelo de remuneração utilizado para manter a força de vendas de produtos e serviços, onde o pagamento de comissões, bônus ou prêmios são destinados não só ao profissional que faz a venda como também a sua linha patrocinadora”, explica Edmundo Roveri, especialista em MMN.

Ele acrescenta ainda que “o objetivo da empresa que adota este modelo de negócio é compensar o seu profissional pela venda do produto, bem como os profissionais de sua equipe, que normalmente são os que o recrutaram e treinaram este profissional”.


Diferença entre MMN e pirâmide

Essa compensação a quem inclui força de vendas no sistema de uma empresa, geralmente, é o ponto de conflito que coloca em dúvida se um modelo é marketing multinível ou a fraude conhecida como pirâmide.

Roveri estabelece a diferença. “As pirâmides financeiras são negócios totalmente distintos do marketing multinível. Elas são esquemas ilegais de movimentação financeira. O marketing multinível é uma atividade legalizada, baseada na comercialização de produtos e serviços”, afirma.

Edmundo Roveri ainda acrescenta que o MMN “se baseia em princípios e fundamentos éticos e legais e pode gerar bons rendimentos aos profissionais, dependendo, é claro, dos resultados de cada um”.

O especialista ressalta que é importante atentar a alguns sinais que podem ser indícios de que um sistema não é de marketing multinível, mas uma pirâmide. Ele cita alguns exemplos: “prometer ganhos baseados no investimento, realizar negócios sem produtos ou serviços, ganhar pela ordem de chegada pura e simplesmente, independente de obter resultado em vendas, e participar de negócios sem empresas, são seguramente indícios de pirâmides financeiras”.

As pirâmides têm prazo de validade. Quando o número de pessoas entrando no esquema começa a diminuir, os ganhos também entram em queda. Em um dado momento, ninguém mais vai entrar no jogo e aí tudo vai por água abaixo. No marketing multinível, não. Mesmo que ninguém mais entre na rede, se os membros continuarem vendendo (já que o sistema será baseado em produtos ou serviços), a empresa continua gerando receitas.

Conteúdo Administradores.com exclusivo para o meuSucesso.com